Tim Cook, presidente executivo da Apple, apresentou o novo iPad na passada quinta-feira, em São Francisco, nos Estados Unidos da América (EUA). Este foi o primeiro grande lançamento depois da morte de Steve Jobs. O tablet, que se encontra já em pré-venda nos EUA, chegará a Portugal no dia 23 de março.

Muito se especulou acerca do nome, desde iPad 3, a iPad Hd ou até iPad 4G, várias eram as apostas, mas a surpresa chegou quando o mais recente tablet da Apple foi apresentado simplesmente como “o novo iPad“. “Não gostamos de ser previsíveis”, justificou o vice-presidente de marketing da Apple, Phil Schiller.

O mesmo preço, o mesmo tamanho e as mesmas cores, a terceira geração do iPad não trouxe novidades surpreendentes revelando-se, antes, como uma evolução do iPad 2 com alguns melhoramentos relevantes.

Novidades da 3ª geração do iPad

O ecrã é um dos principais atrativos deste tablet, com alta definição em imagem e vídeo permitida pelo ecrã “retina”- que havia sido introduzido no iPhone4– e que permite uma maior resolução (2048×1536 pixéis). Outra das novidades é o processador Apple A5X, presente neste iPad, que tem quatro núcleos e, como declarou o CEO da Apple,Tim Cook, é “quatro vezes mais rápido” que o processador utilizado pelos tablets concorrentes, os quais integram o processador Tegra 3.

Aliado à rapidez verifica-se também uma melhoria nos gráficos, sem que a autonomia da bateria seja afetada – mantêm-se as dez horas de autonomia e nove horas em 4G.

Outros dos aspetos mais apelativos são a câmara traseira com 5 mega pixéis, a qual contém a funcionalidade “iSight”, que permite foco automático à imagem e a tecnologia 4G LTE, que possibilitará maior velocidade de acesso.

Ao nível das aplicações destaque para iPhoto, que consente inovação no que concerne à edição, organização e partilha das suas fotografias. Esta aplicação já se encontra disponível nos EUA por 4,99 dólares (cerca de 3.80 euros). O Siri ficou de lado no novo iPad, mas este incorpora um sistema que permite ditar texto.

Nova linha de produtos

Para além da apresentação do novo iPad, a Apple apresentou novidades na sua linha de produtos, nomeadamente a Apple TV, que estará disponível a partir da próxima semana nos EUA.

A atualização do sistema operativo dos dispositivos móveis da Apple foi outra das inovações apresentadas por Tim Cook, agora com a versão iOS 5.1, já presente nesta teceira geração do iPad.

Estes foram alguns dos aperitivos preparados pela Apple e Tim Cook prometeu que “ao longo do ano poderá assistir-se a muito mais desta inovação, só estamos a começar”.

Apesar das novidades apresentadas, a Apple tem já concorrentes à altura. A Amazon tem feito sucesso com o lançamento do seu tablet de baixo custo, o Kindle Fire – o primeiro tablet a cores da Amazon e a Microsoft prepara-se para lançar o Windows 8, que funcionará em smartphones e tablets.

O novo iPad encontra-se em pré-venda nos EUA desde o dia da sua apresentação e foi anunciado que estaria disponível para venda no dia 16 nos EUA, Alemanha, Reino Unido, França, Canadá e Suiça, naquele que será o maior lançamento da Apple à escala global, numa altura em que a multinacional norte-americana tenta também reforçar o seu crescimento na China.

O preço nos EUA será o mesmo que o do iPad 2. A versão mais simples, de 16 Gb, fixa-se em 499 dólares (380 euros) ficando as seguintes a 599, a de 32 Gb, e 699  a de 64. Ligeiramente mais cara – 829 dólares (631 euros), fica a versão de 64 Gb com tecnologia 4G. Deste modo o preço do iPad 2 decresce 100 dólares (cerca de 76 euros) nas versões correspondentes.

Chegada do novo tablet da Apple a Portugal

A Portugal a novidade da Apple está prevista chegar no dia 23, bem como aos restantes países da Europa e também ao México, Macau e Nova Zelândia.

O novo iPad ainda não está disponível para pré-encomenda na loja portuguesa da Apple, mas o iPad 2 já se encontra com o preço atualizado, podendo ser agora adquirido por 399 euros.

A Vodafone assegurou que irá ter o novo iPad no dia 23, segundo informação avançada pelo TeK. Já a Optimus, apesar de ter confirmado que irá ter, não divulgou a data em que disponibilizará o novo iPad.

Rumores de adiamento

Havia sido noticiado e dado como certo, que na noite domingo a empresa norte-americana teria adiantado que existiria um adiamento de três dias na chegada do novo iPad às lojas, contudo a Apple já veio clarificar a situação e confirmou no seu site, que o tablet estará disponível para venda na próxima sexta-feira, conforme inicialmente anunciou.

Os atrasos previstos remetem para as pré-vendas efetuadas online, as quais poderão sofrer entre uma a duas semanas de demora até à expedição do novo tablet, situação já emitida em comunicado pela Apple.

Evolução do iPad

iPad