A ideia da Presidente da Assembleia da República de incluir a ARtv no lote de canais transmitidos em sinal aberto avança. As negociações estão a decorrer entre a Portugal Telecom (PT) e o parlamento.

A Comissão constituída para a Ética, a Cidadania e a Comunicação não garante que está fechada esta transferência do canal para o pacote de canais acessíveis por todos, mas “há disponibilidade  para negociar“, diz Mendes Bota, presidente da Comissão e deputado pelo PSD.

Para Assunção Esteves, que lançou o mês passado a sugestão, esta seria uma oportunidade “existir uma maior proximidade dos políticos com os seus concidadãos”. Para Miguel Relvas, ministro que detém a pasta da comunicação social, a inclusão de outros canais públicos no pacote da Televisão Digital Terrestre está, por enquanto, fora de questão.

Com a TDT, para que todo o país migra progressivamente, é possível a introdução de mais canais em sinal aberto sem prejuízo para a transmissão televisiva.