A Monstra – Festival de Animação de Lisboa 2012 tem lugar de 19 a 25 de março, dividindo-se entre o Cinema São Jorge, o Cinema City Alvalade, a Fnac, a Fundação Calouste Gulbenkian e ainda o Museu da Marioneta.

ANIMAÇÃO ALEMÃ

A edição deste ano “vai centrar-se numa perspectiva histórica do cinema alemão”, trazendo mais de uma centena de filmes provenientes desse mesmo país, divididos em várias categorias como Música e Coreografia, A Vida das Coisas ou Viajantes do tempo e do espaço.

Segundo o diretor artístico da Monstra, Fernando Galrito, a Alemanha, “um país com uma das mais antigas tradições de cinema de animação”, daí que o festival vá apresentar filmes dos anos 20 à atualidade. Lotte Reiniger, Bruno Böttge ou Raimund Krumme são alguns dos convidados desta edição.

Para além da Alemanha, também a animação proveniente do Japão e Canadá marcará presença no festival.

PRÉMIO SPA / VASCO GRANJA E CINEMA PORTUGUÊS

Outra das novidades é a atribuição, pela primeira vez, do prémio SPA / Vasco Granja ao melhor filme de animação português. A Sociedade Portuguesa de Autores associa-se ao evento com a criação de um novo prémio que “visa galardoar o melhor filme de animação português, produzido em 2011, atribuindo uma quantia de cinco mil euros”.

Doze filmes portugueses de animação, realizados no ano passado, farão a sua estreia na Monstra concorrendo nesta nova categoria de competição. A juntar a estes destaques, duas estreias nacionais em competição internacional e uma dezena na competição de estudantes.

MATERCLASSES, WORKSHOPS E CONVIDADOS

O festival de animação conta com a presença de vários convidados vindos da Alemanha, Japão e Canadá, que serão responsáveis por várias masterclasses e workshops.

O destaque vai para a presença do realizador norte-americano Ron Diamond, membro da academia de Hollywood, que para além de uma retrospetiva própria, monitorizará ainda o workshop “Tudo o que quis saber para concorrer ao Óscar, mas nunca perguntou”.

A Monstra vai já na sua 12ª edição, tendo crescido dos cerca de 2 mil espectadores no primeiro ano para cerca de 40 mil em 2011. Apesar do corte de 20% no orçamento para 2012, o diretor artístico garante que “tentámos manter a mesma exigência artística e diversidade de programação”, procurando manter a tendência de crescimento registada.

A programação completa, bem como outras informações do festival, pode ser encontrada aqui.