Boris Yeltsin, um texto de Mickael de Oliveira encenado por Nuno M Cardoso, é a proposta que nos traz o São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa, de 1 a 4 de março.

Bebendo inspiração e elementos comuns na Oresteia de Ésquilo, a peça debruça-se “sobre a futilidade que antecede as decisões políticas” e o seu impacto, enquanto desastres, na sociedade e na economia.

A Albano Jerónimo, António Durães, Luísa Cruz e Mafalda Lencastre, que realizam o trabalho de interpretação do texto, junta-se diariamente uma participação especial. Tiago Rodrigues, Nuno M Cardoso, Tónan Quito e John Romão ocuparão, respetivamente, esse mesmo lugar.

A peça, uma coprodução Colectivo 84, Cão Danado e São Luiz Teatro Municipal, sobe a cena na Sala Principal do espaço, de quinta a sábado às 21:00 e no domingo às 17:30.