tabu

Tabu de Miguel Gomes conquista prémio da crítica em Berlim

O fime Tabu, do português Miguel Gomes, venceu ontem o prémio FIPRESCI do Festival de Berlim 2012.

Este prémio é atribuído pela Federação Internacional da Imprensa Cinematográfica, a associação de críticos de cinema. Miguel Gomes já tinha ganho o mesmo prémio no ano de 2008, em Viena, com o filme Aquele Querido Mês de Agosto.

Tabu, um filme a preto e branco, conta uma história de amor e adultério entre uma portuguesa e um aventureiro italiano, tendo como cenário a época da África colonial.

Filmado em Moçambique, Tabu divide-se em duas partes e evoca a presença colonial Portuguesa em África, contendo uma crítica implícita à Guerra Colonial, através de  uma narrativa elíptica que começa em Lisboa e volta atrás no tempo para recordar o amor impossível dessa época colonial.

Ao receber o prémio, o realizador afirmou que este filme foi feito com um “orçamento modesto” e “muita energia”, tendo  visto o seu trabalho reconhecido ao mesmo tempo que o filme teve a sua antestreia mundial em Berlim.

Para além deste prémio, Tabu encontra-se ainda na corrida para o Urso de Ouro, prémio que será entregue hoje, sábado, ao final da tarde.

Mais Artigos
The Black Mamba Festival da Canção 2021
Eurovisão 2021. The Black Mamba já partiram para Roterdão