Vermelho, a peça encenada por João Lourenço estará em cena no Teatro Aberto, em Lisboa, até 25 de março. O prolongamento da carreira do espectáculo criado a partir do texto de John Logan escrito em 2009, distinguido com vários prémios de teatro, fica a dever-se “ao êxito da peça nos meses de Dezembro e Janeiro”.

A sessão das 16:00 do próximo domingo será seguida de uma apresentação intitulada Cérebro e visão – a ciência dos artistas, sob responsabilidade do Professor João Lobo Antunes, conhecido pela sua vasta publicação científica que conta já com cerca de 150 trabalhos e por ter sido o primeiro médico a implantar um olho electrónico num invisual.

O prestigiado neurocirurgião português falará, durante cerca de 45 minutos, aos espectadores sobre como o cérebro analisa uma obra de arte e da descoberta do funcionamento do sentido da visão pelos pintores ao longo dos séculos.

Os espectáculos realizam-se de quarta a sábado às 21:30 e aos domingos às 16:00.

httpv://www.youtube.com/watch?v=6csIsXdvHgo