A cantora Whitney Houston faleceu esta tarde, aos 48 anos. A confirmação chega da parte de um dos seus representantes, citado pelo TMZ.

A notícia da sua morte surge de forma surpreendente, apesar de já ontem a artista ter sido fotografada a sangrar e com cicatrizes nos pulsos à saída de uma discoteca. O TMZ avança que Whitney faleceu no Beverly Hilton Hotel, local onde os paramédicos foram chamados a socorrê-la. A cantora foi encontrada desmaiada na banheira, de onde foi retirada por pessoal do hotel, que contactaram o 911. Quando chegaram ao local, os paramédicos tentaram reanimá-la, sem sucesso, tendo sido declarado o óbito às 15h55 (hora local).

A suspeita de suicídio por ingestão excessiva de comprimidos tem ganhado força. A hipótese de crime está, para já, afastada.

A estrela da R&B mundial foi uma das mais bem sucedidas artistas americanas nos anos 80 e 90, apesar da queda em desgraça a que todos assistimos na viragem do século, com o casamento com Bobby Brown a ser ensombrado por episódios violentos e de consumo excessivo de estupefacientes.

A sua última tour, Nothin’ But Love, teve várias das suas datas canceladas devido aos problemas de saúde da cantora, a quem havia sido diagnosticado um enfisema pulmonar.