Desde 22 de Janeiro, todos os Domingos até meados de Março, o Espalha-Factos vai recordar um actor ou uma actriz, que tenha marcado a sua época, mas que caiu em esquecimento ou não foi suficientemente reconhecido. Percorreremos actores de diversas décadas, até à actualidade. Falaremos da sua vida, carreira, papéis mais icónicos e do legado que deixaram.

Hoje recordamos Steve Buscemi, um dos actores norte-americanos mais prolíficos da actualidade, tendo uma média de cinco produções por ano. Com uma carreira que se tem vindo a consolidar desde o início, nos anos 80, Steve Buscemi foi muitas vezes nomeado e poucas vezes vencedor. A excepção ocorreu em 2011, tendo vencido um Globo de Ouro pela sua interpretação na série dramatica Broadwalk Empire.

A 13 de Dezembro de 1957 nasce em Brooklin, Nova Iorque, Steven Vincent Buscemi. Ainda durante o ensino secundário, Steve desenvolve o gosto pela representação, jutando-se ao grupo de teatro. Após uma breve incursão na Nassau Community College, muda-se para o Lee Strasberg Institute,  em Manhattan, onde começou a escrever e interpreter peças originais com o seu amigo e também actor Mark Boone Junior.

O seu primeiro papel como protagonista foi em Parting Glances, de 1986. Desde então, Steve tem acumulado filmes de sucesso na sua carreira, assim como participações em séries televisivas e realização.

httpv://www.youtube.com/watch?v=EzotUyIY49E&feature=related

Quando se trata de destacar alguns dos seus trabalhos como actor, seguindo uma ordem cronológica, começamos com O Comboio Mistério (1989), escrito e realizado por Jim Jarmuch, Cães Danados, de 1992 , que marca a primeira obra de Tarantino, o premiado Armageddon (1998), e ainda Mundo Fantasma, de 2001, um filme em que Buscemi realmente se destaca. Sobre Cães Danados, é o próprio Tarantino que elogia Buscemi“I wasn’t even sure Steve Buscemi was an actor. His acting was so real”.


Na televisão, a sua presença também se fez notar, primeiramente através da série Os Sopranos, onde esteve entre 2002 e 2006. Entre 2007 e 2009 pudemos vê-lo em 30 Rock e actualmente na série Broadwalk Empire, como Enoch Thompson. A nível do seu trabalho na área da realização, iniciou-se com a curta-metragem What Happened to Pete, filmada em poucos dias e sem muitas preocupações, segundo o póprio. Mais tarde, em 2000, realiza Escola de Criminosos e , em 2007, Entrevista,onde contracena com Sienna Miller e Michael Buscemi, seu irmão.

Os irmãos Coen

Quando se trata de destacar os melhores filmes em que Steve Buscemi marca presença, estes fundem-se muitas vezes com os filmes dos famosos irmãos CoenSteve e os Coen já trabalharam juntos seis vezes. Até agora, nenhum outro actor trabalhou tantas vezes com os Coen. A primeira colaboração deu-se em 1990, com História de Gangsters, seguido por Barton Fink em 1991 e The Hudsucker Proxy em 1994. Seguiu-se o notável Fargo, de 1996, seguido por O Grande Lebowski em 1998 e, mais recentemente, a curta-metragem incluída na colectânea Paris, je t’aime (2006).

As nomeações e os prémios

Apenas em 2011 Steve Buscemi ganhou um Globo de Ouro através do seu desempenho na série Broadwalk Empire, como já referido. Este ano, foi novamente nomeado mas não ganhou. Buscemi conta, aliás, com inúmeras nomeações em que acaba sempre derrotado. Ainda nos Globos de Ouro, já tinha sido nomeado em 2002 pelo desempenho em Mundo Fantasma, filme que lhe valeu alguns prémios, nomeadamente de críticos de cinema. Com os Emmys, o caso é mais óbvio: quatro nomeações, nenhuma vitória. Em 2008, venceu o prémio de melhor argumento no Fantasporto, por Entrevista. Vale a pena salientar ainda que a maior parte dos prémios que tem ganho na sua carreira provêm de associações ou círculos de críticos. Em 2003, obteve o privilégio de fazer parte do júri no Festival Sundance de Cinema.

Singularidades

Por vezes, as personagens que interpreta assumem um determinado padrão: é conhecido por interpretar personagens que muitas vezes possuem algum tipo de perturbação psicológica. A nível pessoal, Steve esteve durante quatro anos numa corporação de bombeiros em Nova Iorque, à qual voltou aquando dos atentados de 2001. A sua particular fisionomia, em especial o formato e tamanho dos seus olhos, é muitas vezes alvo de paródia, tendo mesmo dado origem a um tumblr, onde são colocados os seus olhos em várias personalidades femininas. O site pode ser consultado AQUI.

Actualmente, com 54 anos, Steve é um actor respeitado na indústria e acarinhado pela cena indie. Precisamente por isso, vale a pena recordá-lo, uma vez que, na minha opinião, ainda não foi devidamente reconhecido. Aguardemos a sua participação no filme Pela Estrada Fora, uma adaptação do livro homónimo de Jack Kerouac, que estreará por cá em Maio deste ano.

*Por opção da autora, este artigo foi escrito segundo as normas do Acordo Ortográfico de 1945.