A falta de apoios institucionais está a por em causa a presença de vinte artistas portugueses na Slacker Canadian Music Week 2012 (CMW).

Com o propósito de homenagear a cultura e a música portuguesas, o projeto Missão: Canadá, criado em setembro de 2011, pretende levar 20 bandas portuguesas e profissionais da área da indústria da música portuguesa à 30ª edição da CMW, em Toronto, que se realiza de 21 a 25 de março.

A CMW é o maior festival e conferência profissional de música do Canadá e reúne, entre outras coisas, cerca de 3000 profissionais do mundo na música quer a nível nacional como internacional. Esta é, então, uma oportunidade para a exportação da música portuguesa.

Mas, a representação de Portugal neste festival está em risco. O motivo prende-se com a falta de apoios institucionais e financeiros que, sem eles, não tornam o projeto viável. Após várias reuniões e contactos com inúmeras entidades portuguesas, como o Turismo de Portugal, o Consulado de Portugal em Toronto e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), nenhuma instituição mostrou ter possibilidade de ajudar a consolidar a música portuguesa além-fronteiras.

Ao longo dos tempos, a imagem de Portugal tem sido desvalorizada um pouco por todo o mundo e o país encontra-se desatualizado do contexto da música contemporânea internacional. Feist, Alanis Morissette, Arcade Fire ou Broken Social Scene são alguns dos artistas mundiais que acabaram por ganhar mais pujança devido à sua presença em eventos deste tipo. Mas, sem os apoios, a presença portuguesa está gravemente condicionada.