Julie and the Carjackers, peculiar banda. Díspar de um enfastiadiço e enfadonho projeto.

Originais, têm em PARASOL o disco que promete fazer matutar quem o ouve e patrocinar um indie bacano. Repleto de tendências algo alienígenas, o novo disco dos dois garotos da capital esfrega-se numa brasilireidade promissora.

Julie and the Carjackers chega a cogitar a memória de Bonnie & Clyde, auspiciando alcançar um carácter “pejorativo”, que lhes confira “credibilidade” ao nome alcançado entre um Licor Beirão e o simples molhar de lábios apreciador de tal ensejo.

Era meia-noite, batia a última das 12 badaladas quando o feitiço da Cinderela se quebrou, mas mais importante que isso – Julie and the Carjackers apresentaram o álbum de estreia, o resplandecente PARASOL, no Café Concerto do CC Vila Flor, em Guimarães.

Com uma abordagem indie folk, onde os sonhos se cruzaram com os clássicos, a banda de João Correia e Bruno Pernadas cativou o seu público fazendo-se valer tanto da melodia, como das harmonias e texturas que delinearam, usando transversalmente cenários sónicos que evidenciaram a sua arte de bem-fazer música.

Como a própria banda demonstra, “neste novo disco as canções dos Julie & the Carjackers surgem mais sofisticadas, com arranjos mais ricos e instrumentação mais complexa”. Isto porque “PARASOL mistura vários ambientes sonoros” e faz uso da diversidade instrumental duma maneira mais autêntica que o comum. Marimba, flauta, flugelhorn, trombone, guitarras, percussões variadas e  múltiplos teclados deram o mote desta mesma multiplicidade instrumental.

A familiaridade deste local misturou-se com o intimismo do álbum da banda, dando-lhe um caráter inédito e amamentando uma simbiose perfeita entre a calmia sonora do disco e a “barulheira” do formato ao vivo. Formato esse que conta com a participação de quatro elementos que acrescentam a vivacidade imprescindível para a tal “barulheira”.

O EF esteve presente em mais um momento, no primórdio de PARASOL dos bestiais Julie and the Carjackers.

Fica com o vídeo de apresentação do álbum.

httpv://www.youtube.com/watch?v=kEbj6UBaDm0&feature=related