No Fotogramas Musicais de hoje damos destaque a um artista nacional apelidado Gobi Bear. Diogo Alves Pinto, o jovem oriundo de Guimarães, começou a tocar apenas com uma guitarra, interpretando as letras da sua autoria. Ainda procurou um vocalista para o acompanhar na sua jornada musical, contudo rendeu-se à pressão da audiência e optou por cantar a solo.

Diogo Alves Pinto tem também participado em vários festivais e eventos, tais como FMI (Festival de Música Independente) que ocorreu em Braga, o projecto de Tiago PereiraA Música Portuguesa a Gostar dela Própria, e O Doido e a Morte, uma banda experimental de criação com André Abrantes e André Costa.

As suas fontes de inspiração são artistas conhecidos não só do âmbito musical mas também da literatura, nomeadamente EelsBon IverJosé Mário BrancoJosé GonzálezSérgio Godinho e The Velvet Underground. Este artista revelação gravou o seu primeiro demo na sua casa em Coimbra com a ajuda de André Costa (parceiro de aventuras no projecto O Doido e a Morte) e Luis Wood (davulista nos Cornalusa).  D.Loyd, 1980 e Caroline foram as primeiras canções a serem lançadas no mercado musical.

Com muitos mais projectos para o futuro, o cantor Diogo Alves Pinto ou Gobi Bear aposta na música portuguesa e acredita que não há “nenhuma complicação na integração de novas bandas no panorama musical nacional”, como confessou na entrevista ao Espalha-Factos.

Veja aqui o primeiro videoclip de Lebanon, realizado por André Abrantes e com ilustrações de Vanessa  Costa, single que integrará o novo EP a sair ainda este mês:

httpv://www.youtube.com/watch?v=Dmk07Q5J78w