É já no último trimestre deste ano que a RTP será privatizada. Segundo o Económico, Vítor Gaspar realizou esta quarta-feira, em Londres, uma apresentação na qual confirmou ainda a alienação de um dos canais da estação pública, a acontecer também entre outubro e dezembro de 2012. Na mesma ocasião, também os CTT, a Caixa Seguros e a Águas de Portugal passarão a ser empresas privadas.

Apesar disto, a RTP continuará a ser uma marca pública, avançou hoje o ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, pois, segundo Miguel Relvas, quem comprar um dos canais da RTP vai comprar apenas a licença. Segundo a Agência Financeira, o ministro adiantou aqui que os critérios de privatização serão definidos num caderno de encargos e “o processo de privatização será conduzido pelo Ministério das Finanças, eu estarei fora“.

Neste momento, a privatização da EDP já está concluída e, em seguida, será a vez da TAP. A venda do 1% que a Caixa Geral de Depósitos detém na Galp é outros dos processos que se irão realizar até ao final de março. A concessão da ANA – Aeroportos de Portugal e a venda da CP Carga acontecerão entre abril e junho.