James Franco está de volta com três novos projectos. Novamente no papel de um homossexual e como dois mestres do engate. Vê tudo aqui!

Já não é a primeira vez que James Franco retrata, no cinema, personagens reais com vidas pessoais conturbadas e de orientação sexual diferente da maioria. Já representou James Dean, cuja orientação sexual continua um mistério, o activista Scott Smith no aclamado Milk, mais tarde, no filme Howl, de Allen Ginsberg, um poeta homossexual e, por fim, foi também ator principal no filme sobre outro poeta homossexual Hart Cane, em The Broken Towers.

Com o ano 2011 totalmente preenchido, 2012 parece não ser muito diferente. Franco foi agora recentemente apontado para o filme biográfico Mapplethorpe (nome ainda não confirmado), do fotógrafo Robert Mapplethorpe. O filme tratará da vida do fotógrafo conhecido pelas suas fotografias bastante ousadas de nus masculinos, que classificava de sadomasoquismo gay, e pela vida boémia, do auge da sua carreia profissional na década de 80 e da sua morte trágica devido à Sida, a 1989.

 Robert Mapplethorpe – Auto Portrait

Em absoluto contraste foi também avançado que o ator é o escolhido para interpretar o papel de Hugh Hefner, o criador da revista Playboy no filme Lovelace, sobre Linda Lovelace, a atriz do filme Garganta Funda, de 1972. Esta nova película terá no papel principal Amanda Seyfried.  A longa-metragem está ainda em fase de filmagens, por isso a data de estreia ainda não foi divulgada.

James Franco foi ainda recentemente contratado para o papel de Mystery em The Game. Baseado no livro de Neil Strauss, o filme é uma espécie de guia que demonstra o esforço do autor em aprender a arte do engate do mestre.

De agenda cheia, o ator contará então com um total de quatro papéis de quatro homens, de meios diferentes, mas com o mesmo amor por outros homens, fazendo assim jus à sua posição de grande ativista das causas homossexuais.