Durante o dia de hoje, a Wikipedia inglesa está em blackout como sinal de descontentamento em relação ao SOPA (Stop Online Piracy Act), uma lei antipirataria que será proposta a votação no próximo dia 24 de Janeiro, na Câmara dos Representantes, nos Estados Unidos da América.

Segundo a organização que está a promover este mega protesto, o SOPA é uma lei que censura a internet, permitindo que qualquer site que viole os direitos de autor seja fechado apenas com uma denúncia, por exemplo, de um estúdio cinematográfico, sendo assim um meio para reduzir os downloads ilegais.

Com toda esta polémica, Barack Obama já veio mesmo afirmar que está contra qualquer lei que impeça a falta de liberdade de informação, pois como os próprios manifestantes afirmam é uma clara afronta aos direitos presentes na Primeira Emenda da Constituição norte-americana.

Em simultâneo, decorre também a discussão da lei PIPA (Protect IP Act), uma lei que tem as mesmas consequências que o SOPA, mas está particularmente dirigida para sites hospedados fora do país.

Para além da Wikipedia, a Google e o Facebook, entre outros sites de referência, estão a manifestar-se contra a aprovação desta lei através do “apagão”, que durará as 24 horas do dia de hoje, segundo o fuso horário norte-americano.