O Museu da Electricidade apresenta, na programação de 2012, uma grande exposição dedicada ao riso e às suas manifestações no mundo das artes.

A exposição “sobre quem ri e o que faz rir”, comissariada por José Manuel Fernandes, João Pinharanda e Nuno Artur Silva, é um dos destaques na programação cultural e vai ser inaugurada em Setembro, segundo o gabinete de comunicação do Museu.

Mas ainda há mais novidades: a partir do dia 13 de Janeiro e até 8 de Abril, o Museu da Electricidade vai receber a Ilustrarte 2012,  uma exposição com os trabalhos dos 50 finalistas da V Bienal Internacional de Ilustração para a Infância.

Entre Abril e Maio, estão agendadas a incontornável World Press Photo 2012 e uma exposição de Vitor Pomar, vencedor do Prémio EDP Pintura e Desenho em 2003. Nos meses de Junho a Setembro, o Museu vai acolher uma exposição de escultura assinada pelo artista Carlos Nogueira.


Este ano, o Museu de Electricidade reabre a Sala Cinzeiro 8,  espaço dedicado a exposições experimentais e artistas pouco divulgados no meio cultural.

Na programação de 2012, a sala prevê receber exposições de artistas nacionais com carreira internacional, como é o caso de Ana Luísa Ribeiro, que traz uma exposição de pintura e escrita, intitulada Marginália, inaugurada ontem e patente até ao dia 18 de Março.

Seguem-se a exposição de pintura e desenho de Rosário Rebelo de Andrade entre os dias 22 de Março e 17 de Junho e as obras da artista Maria Beatriz, de 6 de Setembro a 25 de Novembro.

O mesmo espaço também irá apresentar as pinturas/instalações de Marta Wengorovius, entre 21 de Junho e 2 de Setembro, e o trabalho fotográfico de Rodrigo Amado, de 29 de Novembro de 2012 até Fevereiro de 2013.