Nicolas Cage e Nicole Kidman encontram-se novamente num thriller pouco emocionante, que em muito se distancia das suas actuações passadas que mereceram a distinção da academia. Transgressão é um filme fácil de desfrutar durante os seus primeiros minutos, mas que infelizmente acaba por desembocar num profundo caos.

Kyle (Nicolas Cage) é um comerciante de diamantes casado há vários anos com a arquitecta Sarah (Nicole Kidman), e juntos procuram encontrar a melhor forma de educar a filha rebelde Avery (Liana Liberato). Contudo, a vida pacífica da família Miller é impetuosamente interrompida no dia em que um bando de assaltantes, disfarçados de polícias, irrompe pela casa do casal à procura do grande golpe.

Durante quatro horas, que jamais serão esquecidas, a família é tomada refém na sua própria casa. E quando Kyle os afronta em defesa da família, segredos e traições são revelados.

Transgressão não traz nada de novo, nem ao nível da narrativa nem na sua efectiva concretização. Na realidade, ele consegue ir para além da mera exposição de um filme mediano, tornando-se num enorme caos pela forma como falha consecutivamente. Se por um lado é extremamente previsível, por outro consegue também ser incoerente e confuso.

Nicolas Cage, com uma longa experiência na indústria cinematográfica, tenta a todo o custo dar veracidade a um filme nada verídico, um fenómeno que temos vindo a assistir nas suas últimas performancesO aprendiz de feiticeiro é um exemplo crasso disso mesmo. Por outro lado, Nicole Kidman parece totalmente perdida durante grande parte do filme.

Transgressão era pouco prometedor desde o inicio, mas poderia ter sido evitado o desastre. Infelizmente, isso não aconteceu.

3.5/10

Ficha Técnica

Título original: Trespass
Realizado por:  Joel Schumacher
Escrito por: Eli Richbourg, Karl Gajdusek
Elenco: Nicolas Cage, Nicole Kidman, Cam Gigandet
Género: Drama, Thriller
Duração: 91 minutos