Um telemóvel e um tripé. Foi com apenas estes dois instrumentos que o realizador americano Hooman Khalili gravou na íntegra a sua próxima longa-metragem, Olive, que estreia dia 23 nos Estados Unidos. Impossível? Não. Inovador.

As câmaras de filmagem ficaram desligadas e, no seu lugar, apenas foi preciso um Nokia N8 preso a um tripé e uma lente de 35 mm adaptada à câmara do smartphone, para obter maior profundidade de campo. “É uma tecnologia pioneira”, frisou Hooman Khalili, o realizador que vai ficar na história como o primeiro a filmar uma longa-metragem exclusivamente com recurso a um telemóvel.

A tecnologia avança muito rapidamente e os telemóveis, com o tempo, farão tudo“, disse Khalili, acrescentando que tinha o objectivo de terminar as filmagens o mais cedo possível, para não correr o risco de alguém ter uma ideia semelhante. Com as filmagens feitas, o cineasta espera agora exibir Olive em mais de 100 salas de cinema norte-americanas até ao Natal.

Com duração de 90 minutos, o filme conta a história de uma criança, com poderes mágicos, que muda a vida de três pessoas. A estreia está marcada para dia 23, mas os primeiros cinco minutos já estão disponíveis online.