Depois do Fado, chega a a vez do Cante Alentejano se propor à UNESCO para Património Cultural Imaterial da Humanidade.

A ideia surgiu do ex-presidente da comissão nacional da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), Fernando Andresen Guimarães, depois da Câmara Municipal de Serpa se ter candidatado à rede de cidades criativas. A Turismo do Alentejo e a Câmara Municipal de Serpa aliam-se ao mentor como principais patrocinadores.

A promoção desta candidatura vai passar pela recolha e estudo dos cancioneiros e discografia de cantares bem como pela recolha e catalogação de grupos e corais. Para eventos estão previstos concertos, concursos fotográficos, conferências e exposições. Destaque ainda para um documentário acerca do Cante Alentejano, do realizador Sérgio Tréfaut.

O presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, está na liderança da comissão de honra desta candidatura. A seu lado estão o primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, o bispo do Porto D. Manuel Clemente, o presidente do conselho de administração da Fundação Calouste Gulbenkian Rui Vilar, o presidente do Grupo Nabeiro / Delta Cafés Rui Nabeiro, o presidente da Câmara Municipal de Serpa João Rocha e o presidente da direcção da Turismo do Alentejo, António Ceia da Silva. A comandar a comissão científica está o musicólogo Rui Vieira Nery.

O projecto de candidatura do Cante Alentejano será entregue na sede da UNESCO em Paris, no dia 30 de Março de 2012.

httpv://www.youtube.com/watch?v=GVGDCMhA3pE