Uma dúzia de jovens algarvios, na sua maioria funcionários de supermercado, produziram a curta-metragem Comando que, com um custo de produção de 27€, foi eleito o Melhor Filme Nacional no Festival de Cinema de Arouca.

Este grupo de jovens juntou-se para produzir o filme sem ter qualquer tipo de orçamento e recorrendo apenas a uma câmara digital simples. Com uma duração de 10 minutos, a curta-metragem foi produzida em dois dias e as despesas de produção direccionaram-se apenas para o sangue falso, arame farpado e envelopes.

Comando tem a realização de Patrício Faísca e Sonat Duyar e mostra uma perspectiva crua sobre o tema do absurdo da guerra, que se centra num soldado idealista que tenta cumprir a tarefa impossível de entregar uma mensagem a um oficial no comando no meio de um campo de batalha.

A maior dificuldade de recriar o caos da guerra foi resolvido ao centrar-se a acção num ambiente fechado, o das trincheiras, e assim controlar os recursos gastos. A trincheira era de 20 metros de comprimento, tendo sido cavada ao longo de quatro dias no terreno de um vizinho. Durante as filmagens, a equipa ia-se revezando para encarnar as várias personagens da história. Sonat Duyar foi o responsável pela banda sonora, para a qual apenas recorreu ao seu teclado electrónico.

O filme foi produzido pela New Light Pictures, uma equipa essencialmente composta por jovens na casa dos 20 anos que partilham um grande gosto pelo cinema e que vivem na realidade da escassez de fundos do cinema independente.

Na gala anual do Shortcutz Lisboa, a curta arrecadou o prémio de Melhor Produção Nacional de 2010, além de nomeações nas categorias de Melhor Direcção de Arte, Melhor Curta do Mês, entre outros prémios. A curta-metragem é solicitada em inúmeras ocasiões para exibição em mostras de cinema, não só em Portugal como noutros países, como Brasil, China ou Reino Unido.

Para veres o trailer, fotos e mais detalhes relativas à curta-metragem, podes fazê-lo AQUI. Se quiseres saber mais sobre a New Lights Pictures, clica AQUI.