jose-e-pilar2[1]

‘José e Pilar’ na disputa aos Globos de Ouro

O documentário do realizador Miguel Gonçalves Mendes, José e Pilar, irá disputar a nomeação para a edição do próximo ano dos Globos de Ouro.

«Este ano, como há esta situação minha e do Pina de Wim Wenders (dois documentários que estão a ser apresentados à Academia para integrarem o melhor filme em língua estrangeira), de repente os próprios Globos de Ouro aceitaram as candidaturas», referiu o realizador na passada terça-feira no Museu de Arte Moderna (MoMA) de Nova Iorque, à margem do visionamento do documentário José e Pilar.

Esta oportunidade de expandir a cultura portuguesa a todo o mundo vem acompanhada da já confirmada nomeação para os Óscares de 2012. Quanto a isso, Miguel Gonçalves Mendes sente-se confiante, pois o galardão seria não apenas uma vitória pessoal, mas sobretudo algo «muito bom para o ego do país».

O filme tem estreia marcada nas salas norte-americanas no próximo mês de Abril. Ana Miranda, co-organizadora da semana de eventos sobre o escritor português e criadora do Arte Institute, comentou que «as pessoas, esta semana, já começaram a saber mais sobre o filme e o interesse é imenso». Ana revelou ainda que pretende promover a candidatura da banda sonora do filme para os Óscares 2012 e acredita que «ainda poderá ser possível. Ainda estamos dentro dos prazos».

A semana dedicada a José Saramago incluiu um concerto de Noiserv, autor da banda sonora do documentário José e Pilar, num restaurante luso e, ainda, uma exposição fotográfica e leitura de textos do escritor português.

Mais Artigos
Ver p'ra Crer TVI
‘Ver p’ra Crer’. TVI repete concurso para subir às 18h