O XVIII Caminhos do Cinema Português decorre de 9 a 17 de Novembro, em Coimbra.

Este festival, o único dedicado exclusivamente ao cinema português, tem como principais objectivos a sua “formação, promoção e crítica”. Desde 1988 que este certame dá a conhecer obras pouco divulgadas (ou mesmo desconhecidas) do grande público. É na próxima quarta-feira, dia 9, que se inicia a 18ª edição deste festival com uma cerimónia de abertura no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha.


Este ano, o Caminhos do Cinema Português divide-se em cinco categorias de filmes, que se distribuem pelos vários dias. Na Secção Competitiva, cuja exibição será feita no Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV), encontram-se filmes como O Barão, de Edgar Pêra ou A Viagem, de Simão Cayatte. A entrega de prémios será feita no último dia 17 de Novembro, na cerimónia de encerramento.

A mostra de curtas/médias – metragens de Caminhos Juniores será feita nos dias 10, 11, 14, 15 e 16 pelas 10 horas no TAGV. Os Ensaios Visuais serão apresentados nos mesmos dias no Centro Cultural Dom Dinis, pelas 17h30. A Retrospectiva apresenta quatro filmes da segunda metade dos anos 80 nos dias 14, 15, 16 e 17, pelas 15h00, no TAGV. Por último, mas não menos importante, há uma parcela dedicada ao cinema brasileiro, cujos filmes serão exibidos no Mini Auditório Salgado Zenha, no edifício da Associação Académica de Coimbra, nos dias 10, 11, 13, 14, 15 e 16, pelas 22h00.

Para além da exibição de curtas e longas metragens, este festival proporciona aos interessados vários workshops relacionados com a área cinematográfica. Montagem, Edição de Vídeo e Som, Argumento, Realização, Comercialização e Promoção são algumas das formações desta 18ª edição. Estão a decorrer as inscrições no site oficial do evento, uma vez que os workshops só começam depois do festival.