IMG_0363

Reggae e Soul na Festa das Latas de Coimbra

Foi no dia 28 de Outubro, no segundo dia da Festa das Latas e Imposição de Insígnias, que se fez prestar uma noite dedicada ao reggae e soul. Expensive Soul e os Souls of Fire foram os cabeça de cartaz.

Os portugueses de Leça, Souls of Fire, abriram a noite com o single Não tem Conta (Subentender). O som que lembrava o verão tomou conta da arena e o público, ainda tímido, começou a chegar para ouvir o reggae português.
Com 8 elementos em palco, e todos em família, mostraram-se animados por estar na Latada e prometeram aquecer a noite que se prometia ser fria quando entre gritos de revolução, notou-se um tom de aviso sobre o presente de Portugal. “Juntos somos mais fortes”, “Lembrem-se que é sempre mais forte quem agora está a favorecer”, ouviu-se do palco.


Fica Para Toda a Vida foi anunciada pelo vocalista como sendo o novo single da banda, cujo último álbum data de 2009. Mensagem Positiva e Bens Materiais, dois singles bastante conhecidos fez-se entoar com um público bem mais em força e motivado com o concerto que terminou com Sem DJ.

Souls of Fire em conferência de imprensa deixaram o agradecimento à plateia, o anúncio do novo álbum para o próximo ano e a mensagem de que dias como estes onde as bandas nacionais são cabeças de cartaz, deviam-se repetir mais vezes, para que todos começam a valorizar mais a música portuguesa.

Seguiu-se a vez dos seus conterrâneos, Expensive Soul. À uma hora e meia da manhã começam-se a ouvir os primeiros acordes do palco, Jaguar Band já estava a postos. MC Demo e o New Max entram em palco e o público, já reunido, dá-lhes as boas vindas.

O single de apresentação do último álbum da banda, O Amor é Mágico, levou ao rubro os presentes. Quero ver-te Outra Vez e Eu Não Sei foram alguns dos temas reproduzidos, entre pausas onde os dois cantores expressaram o seu entusiasmo em estar ali. 13 Mulheres fez-se acompanhar de um espectáculo de luzes e sempre com o empenho da banda. Alguns solos de saxofone e gritos de Coimbra É Nossa fizeram também parte da noite.


Até que algo não esperado fez-se apresentar: uma pequena homenagem a quem os músicos disseram considerar um dos pais da música Portuguesa: Rui Veloso com Chico Fininho.
Com toda a banda reunida em frente ao palco com o MC Demo e o New Max, Eu Não Sei e o Amor é Mágico foi repetido para terminar em êxtase.

Em conferência de impressa, New Max e Demo disseram que tinham feito uma pausa de algumas semanas para se prepararem para este dia e que já andavam há anos a tentar cá vir. “Queríamos muito voltar a Coimbra, estávamos sempre a pedir ao manager porque já não cá vínhamos há 5 anos, e agora que temos músicas novas, estamos com mesmo muita pica!”. O segredo porém foi desvendado: há um novo álbum, mas só para 2013. No próximo ano a banda espera fazer parte de outros projectos que se guardavam na gaveta há algum tempo.

Texto: Vanessa Sofia
Fotografia: Diana Teixeira 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
hamilton
Crítica: ‘Hamilton’ é o antídoto revolucionário para os nossos dias