Muitos são os cortes que a estação pública vai sofrer durante este e o próximo ano a propósito do plano de austeridade, no entanto, nem todos os seus trabalhadores serão afectados. É o caso das estrelas da apresentação do canal, como Catarina Furtado, Jorge Gabriel, Sílvia Alberto, Fernando Mendes, José Carlos Malato, Tânia Ribas de Oliveira e Sónia Araújo.

Os apresentadores recebem mensalmente entre os 10 mil e os 25 mil euros  e  reduções aos salários só serão possíveis aquando da renovação do contrato, embora estes não tenham direito a subsídio de férias ou de natal.

Numa situação bem diferente estão os profissionais da informação da RTP, nomeadamente aqueles que estão nos quadros, pois além de não receber subsídios de Natal e de férias, irão sofrer também um corte nos salários de 5%.