A “reunião” foi convocada para discutir a possibilidade do aumento do IVA de 6 para 23% no preço dos bilhetes para espectáculos e as consequências directas e indirectas no sector. Decorre na Quinta-Feira (dia 20), pelas 17h30, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. A entrada é livre.

A Secretaria de Estado da Cultura propôs na Quinta-Feira o aumento de 17 pontos percentuais nos bilhetes para espectáculos culturais.

Porteiros, arrumadores, empresas de som e de luz, backline e audiovisuais, responsáveis de salas, bombeiros, paramédicos, cenógrafos, costureiras, seguranças, encenadores, maquinistas, electricistas, projeccionistas, directores de cena, músicos e actores: estão todos os interessados convocados para esta reflexão.

Álvaro Covões, promotor da iniciativa, teme “consequências demolidoras” para a economia portuguesa e acrescenta que acha injusto o IVA dos livros manter-se na taxa mais baixa de IVA: “a haver aumentos não deve haver excepções“.