Cotrim de Figueiredo já não é director-geral da TVI, depois de ter rescindido contrato com a estação de televisão durante o dia de ontem. A decisão foi tomada por múto acordo.

A TVI adiantou ontem, em comunicado, que “por mútuo acordo, foi rescindida a relação laboral entre a TVI e quem era até hoje o seu Diretor-Geral, João Cotrim de Figueiredo“, acresentando ainda que “João Cotrim de Figueiredo decidiu iniciar agora novos desafios profissionais para os quais a Administração da TVI lhe deseja os maiores sucessos”.

Ao jornal Público, a directora da assessoria de imprensa do canal, Brigitte Loureiro, confirmou a notícia. “Foi uma questão de mútuo acordo, uma decisão tomada nos últimos dias, ele vai abraçar novos projectos, hoje foi o seu último dia de trabalho”. Esta saída acontece um ano e sete meses depois do empresário ter assumido o cargo, em Abril de 2010. Até agora não se sabe quem será o seu sucessor.

João Cotrim de Figueiredo é licenciado em Economia e durante os anos de 1980 desenvolveu carreira na área da banca. Na década seguinte, foi director de desenvolvimento estratégico na Nutrinveste SGPS, e mais tarde administrador executivo da Compal, da Nutricafés e da Nutriveste. Em  2005 foi presidente da Comissão Executiva da Compal e da Nutricafés e em 2009 foi presidente executivo da Privado Holding.