Depois de Piratas das Caraíbas, agora é a vez de Avatar. O filme assinado por James Cameron vai servir de inspiração ao novo parque temático da Disney, que deverá abrir ao público em 2015.

Esta será a terceira vez que a empresa de entretenimento aposta num mundo representativo de um filme: fê-lo pela primeira vez na década de 80, a propósito da saga Indiana Jones, e mais recentemente devido aos filmes do pirata Jack Sparrow.

O novo parque, que será uma réplica do mundo de Pandora, irá chamar-se Avatar Land e vai ser construído no parque da Walt Disney da Florida, nos Estados Unidos da América. O projecto terá o carimbo do realizador James Cameron, que está a preparar mais dois filmes da saga – o segundo capítulo de Avatar tem estreia marcada para Dezembro de 2014 e o terceiro, que encerrará a saga, para o ano seguinte.

Será, por isso, apenas nessa altura que o parque estará pronto para abrir ao público. Para já sabe-se que o projecto vai custar 400 milhões de dólares (cerca de 303 milhões de euros) e que é apoiado pelo produtor Jon Landau e pela Lightstorm Entertainment. Segundo o presidente da Walt Disney, Robert A. Iger, a obra irá permitir a combinação dos “conhecimentos” da empresa  com o “talento e a visão” de James Cameron.

Recorde-se que o primeiro e até agora único filme de Avatar estreou em Dezembro de 2009 e foi um dos grandes candidatos aos Óscares de 2010. Contudo, venceu apenas em categorias técnicas, já que a principal estatueta dourada, a de Melhor Filme, foi arrecada pela película Estado de Guerra e a de Melhor Realizador por Kathryn Bigelow, realizadora de Estado de Guerra e ex-mulher de James Cameron.