É na produção de uma nova série de ficção científica que estas duas entidades se juntam numa parceria. A beActive, produtora, tem como parceira a Restart – Instituo de Criatividade, Artes e Novas Tecnologias -, sendo que ambas irão produzir Collider, uma série multiplataforma, para o estrangeiro.

Nuno Bernardo, CEO da beActive, declarou à Meios e Publicidade que a Restart “possui uma forte componente prática e estreia ligação às actuais tendências”. Esta será a primeira parceria numa produção internacional da Restart, pelo que o director João Tovar salienta, em entrevista, que Collider “permite que os alunos e comunidade se integrem e compreendam melhor o mercado”. Prossegue ainda dizendo que a vontade da escola é que se continue a investir nesta área: “a vontade é mais que muita, sempre que os projectos tenham potencial de aprendizagem e também visibilidade para a escola”.

Collider irá até um futuro longínquo, uma atmosfera pós-apocalíptica, que nos levará para um mundo misterioso. A série pretende estar na web, iphone, ipad, banda desenhada e televisão.