O cantor de Purple Rain foi processado pela Revelations Perfume and Cosmetics Inc., por alegadamente não ter colaborado na promoção de um perfume com o nome do álbum 3121, lançado em 2007.

De acordo com empresa, o título do disco, o nome e a aparência de Prince foram licenciados em 2006 para criar uma fragrância. Esta alega, porém, que o cantor não cumpriu o acordo e não chegou a fazer a publicitação do perfume.

O caso foi levado a tribunal e a sentença tornou-se conhecida recentemente: Prince tinha de pagar quatro milhões de dólares à empresa de perfume durante a semana passada.

Mas o valor da indemnização, decidido por um tribunal de Nova Iorque, ainda tem de ser confirmado por um outro juiz. Uma situação que dá esperança ao advogado de Prince, que já disse que o cantor vai lutar para que a confirmação não seja feita.