São um dos fenómenos protagonistas de uma das eras de maior revolução musical e um dos êxitos mais peculiares do Rock dos anos 60. Este ano, The Beach Boys prepara-se para finalmente lançar o tão esperado álbum The Smile Sessions, o álbum cuja gravação foi suspensa em 1967.  O álbum é agora lançado e chegará às bancas já no próximo mês, 44 anos após o início das gravações.

Em 1966, a banda norte-americana The Beach Boys encontrava-se a editar o álbum Smile, aquele que seria talvez o mais esperado álbum da história, mas devido a entraves relacionados com a vida pessoal e o consequente afastamento de Brian Wilson, a gravação do álbum acabou por ser suspensa em 1967, em mais de 90% completa.

Quarenta e quatro anos após o início da edição, o álbum agora oficialmente intitulado The Smile Sessions será finalmente lançado, já em Outubro. Smile era na época esperado como o melhor álbum da história, depois do célebre e bem sucedido Pet Sounds, de 1966.

O plano das faixas que compõem o disco que agora se prepara para chegar às lojas pela Capitol Records/Emi mantém-se o mesmo do álbum que estava a ser gravado entre 1966 e 1967, sendo que os temas que irão sair agora serão os originais previstos para o disco que estava a ser trabalhado na altura. Desta forma, constitui-se como “uma aproximação  do trabalho que estava destinado em 1966”, segundo a editora Emi.

Um ponto a destacar neste âmbito é o facto de que o álbum gravado chegará às bancas em CD duplo, vinil duplo e uma edição especial com sete singles em vinil, acompanhados de um folheto de fotografias dos ensaios de The Beach Boys, a banda responsável pelos famosos e icónicos temas Wouldn’t It Be Nice e God Only Knows.

Depois disto, estará a fama e o reconhecimento da banda californiana, pioneira no surf rock e no sunshine pop, prestes a “renascer das cinzas”?