Estão nomeados na categoria artista ou formação vocal  para os prémios franceses Victoire du Jazz, Maria João e Mário Laginha pelo seu recente álbum gravado na Casa da Música Follow the Songlines.

O álbum foi gravado juntamente com os belgas David Linx (voz) e Diedrik Wissels (piano), gravado em 2008 com a colaboração da Orquestra Nacional do Porto, mas editado apenas em 2010, em França. Para a mesma categoria concorrem Jeanne Added e André Minvielle. Em declarações à Lusa, Mário Laginha diz “não é que eu seja pessimista, mas pelas características do trabalho, um pouco complexo, acho que será difícil vencer”, apesar de considerar que a nomeação já é algo muito positivo.

Preparando-se para actuarem no Brasil, em Porto Alegre, songlines resultou de uma viagem feita pelos artistas por cidades australianas e que levaram à criação destes 12 temas do álbum. Formando quase que um mapa topográfico que cobria praticamente todo o território australiano, as songlines eram canções que se iam transmitindo oralmente, de geração em geração, e que serviam aos aborígenes para chegarem às nascentes de água mais próximas.