Os custos anuais da RTP Madeira e da RTP Açores podem hipotecar a continuidade de ambos os canais nos moldes que actualmente lhe são conhecidos. 24 milhões de euros parece excessivo ao Ministro dos Assuntos Parlamentares, e responsável pela tutela da comunicação social, Miguel Relvas.

As emissões serão assim reduzidas para um limite diário de quatro horas, das 19 às 23. O ministro, que falou hoje na Comissão de Ética, Cidadania e Comunicação, declarou ainda que “não é possível” manter o funcionamento destas estações com um gasto de 24,7 milhões de euros por ano, assumindo que este valor não é justificável por os insulares terem acesso às outras antenas da RTP tal como “os portugueses do continente“.

De acordo com o governante, são gastos 11,7 milhões de euros por ano na RTP Madeira e 13 milhões de euros na televisão açoriana, valor que não se justifica até porque os habitantes locais têm acesso às outras antenas da RTP “como os portugueses do continente“.