Quando uma onda de crimes violentos começa a atacar a polícia londrina, Tom Brant (Jason Statham) une-se a Porter Nash (Paddy Considine), mas cedo se apercebem que nem sempre o sistema consegue fazer justiça.

Tom Brant, conhecido pelos seus métodos agressivos e muito pouco ortodoxos, é o típico detective que não perde tempo com burocracias ou cordialidades quando está em causa a defesa da justiça. Por outro lado, Porter Nash é um membro recente, transferido de forma discreta após o encerramento de um caso complexo que chefiava.

Aparentemente dois indivíduos totalmente opostos, os dois acabam por se juntar quando uma série de assassinatos a membros da judiciária de Brant começa a irromper pelas ruas de Londres. De forma totalmente inesperada, e sem razão aparente, o serial killer ataca apenas membros da polícia, de forma violenta e desprovida de remorso. As pistas direccionam-nos a Barry Weiss (Aidan Gillen), um homem conhecido pelo seu comportamento desordeiro e criminoso. Contudo, Weiss não é de todo desconhecido. Algum tempo atrás, Brant agredira-o violentamente com um taco de snooker, após um desacato num bar.

Apesar de saberem ter encontrado o assassino, as pistas não são suficientes para manter o assassino por detrás das grades durante muito mais tempo. E, assim, Blitz, como se auto-proclama Weiss, é colocado em liberdade. Agora, Nash e Brant terão que reflectir sobre as falhas do sistema judicial…e até que ponto não é, por vezes, necessário recorrer à justiça pelas próprias mãos.

Blitz – Sem Remorsos é um thriller aliciante, que conjuga um humor tipicamente britânico com uma história actual, alertando para as falhas próprias de um sistema judicial que nem sempre consegue ultrapassar a burocracia e fazer aquilo que é certo. Todavia, o filme peca pela previsibilidade, mantendo-se sempre preso a um porto seguro que o impede de ir mais além.

O elenco resume-se a três actuações de interesse, onde Jason Statham encabeça a liderança de forma segura. A sua performance oferece ao protagonista toda a credibilidade de um homem obscuro, perturbado e violento, engrandecendo o guião mesmo quando este nada de interessante tem para oferecer. Por outro lado, Aidan Gillen consegue aferir ao antagonista toda a uma aura de insanidade, credibilizando uma personagem fria e calculista que prima pela loucura, pela maleficência e perversidade. Finalmente, Paddy Considine, apesar de nunca chegar a brilhar, confere bons momentos cinematográficos, polvilhados de dramatismo, principalmente na interacção com Statham.

Blitz – Sem Remorsos” pode não ser o filme indicado para aqueles que procuram momentos intensos ou uma história única, contudo não deixa de ser uma aposta interessante para os que desejam um pouco de acção “light” nas salas de cinema.

6/10

Ficha Técnica

Título original: Blitz

Realizado por: Elliott Lester

Escrito por: Ken Bruen, Nathan Parker

Elenco: Jason Statham, Paddy Considine, Aidan Gillen, David Morrissey, Luke Evans

Género: Thriller

Duração: 97 minutos