Depois de confessar, no programa Conan, que fez uma sex tape e que se desiludiu com o que viu, James Franco afirmou que ia produzir um documentário sobre os bastidores da indústria Porno.

Ele não pára: actor, director e produtor de filmes e videoclips, pintor e agora professor universitário, James Franco anuncia que está a preparar um documentário sobre tudo a indústria da pornográfica. Esta revelação surge depois de avançar no talk show de Conan O’Brien que quando era mais novo fez uma sex tape e que não gostou do que viu. Rapidamente se justificou ao valorizar o profissionalismo e capacidade de performance dos actores porno.

James Franco disse que ia centrar-se na produtora por detrás de Kink.com. O site pornográfico, que aposta nos segmentos mais extremos do mercado, grava em São Francisco, em vários estúdios abandonados que foram comprados há uns anos para sediar a empresa.

O actor estará mais interessado, segundo as suas declarações, no modo de produção do que no sexo em si. “Eles têm esse fantástico complexo em San Francisco. Eles fazem tudo lá dentro, constroem seus próprios objectos de cena”, disse. Em Junho, uma das actrizes do KinkRain Degrey, publicou no Twitter (e depois apagou) uma mensagem sobre o assunto: “as raparigas só querem saber como é fazer com ele!”.

A estrela de O Planeta dos Macacos: A Origem, para além de estar a publicitar o novo filme, nunca esteve a trabalhar apenas no filme. Ao longo dos meses, tem avançado inúmeros projectos como videoclips e exposições de quadros e esculturas suas para além de estar a leccionar na Universidade de Nova Iorque e a concluir os seus estudos.