Custam 18.000 dólares (cerca de 12.500 euros) e são os chinelos de enfiar no dedo mais caros do mundo. Mas são também uns chinelos que “ajudam a salvar o planeta“.
Assinados pela Chipkos, estes flip flops foram pintados à mão pelo artista americano David Palmer e são uma verdadeira explosão de cor e de padrões. Estão à venda por 18.000 dólares e, por cada par comprado, a Chipkos vai proteger 30 quilómetros quadrados de floresta na Costa Rica.

A campanha adoptou o sloganos chinelos de dedo mais caros do mundo que ajudam a salvar o planeta” e já é apoiada por vários jornais e revistas americanos. O Wall Street Journal afirma que, “ainda que o preço seja chocante, há uma razão válida” e a Time Magazine garante que “o seu dinheiro não será gasto em vão“.

Os chinelos, de formato quadrado, estão disponíveis para homem e mulher e estão já à venda no site da Chipkos.