Começa hoje a Festa do Teatro, na cidade de Setúbal, que reunirá diferentes formas de fazer arte para além do teatro, como o cinema, mostras fotográficas, performances, havendo inclusive espaço para debates. Nesta sua 13ª edição, a Festa do Teatro termina no dia 28 de Agosto e nela poderão ser vistas companhias de todo o país e também vindas do Reino Unido.

A organização deste evento está a cargo da Teatro Estúdio Fontenova com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, tendo decorrido a sessão de abertura esta noite no Salão Nobre dos Paços do Concelho pelas 21h30, culminando com uma comédia musical,  Hot Potato Syncopators, cujos intérpretes são oriundos do Reino Unido. O espectáculo repete-se no dia 20.

Para os dias que se seguem, o programa é variado. Nos dias 20 e 21, numa casa abandonada de finais do século XIX, poderá assistir à peça Silêncios Rasgados, interpretada pelo Teatro Estúdio Fontenova e encenada por José Lobo, que relata a história de três mulheres vítimas de violência doméstica. No dia 22, debatem-se Mi(ni)stérios de Cultura com o encenador e dramaturgo Jorge Silva Melo, Carlos Curto, músico e encenador, e com o realizador Bruno Cabral. Estas Conversas de Teatro, pretende-se que se dêem num ambiente informal e descontraído, cuja entrada é livre. No dia seguinte, terça-feira 23, A Louca História de uma Península, cujos protagonistas farão uma viagem pela história da Península Ibérica, é a peça a realizar na Escola Sebastião da Gama.

Haverá também uma Mostra de Curtas-metragens no dia 24, Experimentáculo, realizadas por jovens. Entre muitos outros eventos, a Festa do Teatro encerra com Cabaret DisPuta a estrear pela pela Teatro Estúdio Fontenova. Trata-se de um cabaret musical cuja encenação está a cargo de José Maria Dias.