A capital britânica roubou o título a Nova Iorque graças a Alexander McQueen e a Kate Middleton, segundo uma pesquisa da Global Language Monitor.

Depois de, em 2010, ter alcançado o terceiro lugar do top ten das capitais mundiais da moda, Londres conquistou este ano o primeiro posto, acabando com a hegemonia de Nova Iorque.

Segundo a agência americana Global Language Monitor, que desde há oito anos analisa e monitoriza a frequência de palavras e frases utilizadas nas redes sociais, blogues e meios de comunicação impressos e electrónicos, foram os nomes Alexander McQueen e Kate Middleton que garantiram a vitória de Londres.

O estilista britânico cometeu suicídio no ano passado, mas a sua marca mantém-se como uma referência no mundo da moda. Prova disso é a própria Kate Middleton que, para o seu casamento com o príncipe William, escolheu um vestido  criado por Sarah Burton para McQueen. Além disso, os outfits usados pela actual duquesa de Cambridge fazem dela um ícone da moda para muitas britânicas – e não só.

Nesta avaliação ficou ainda a saber-se que Berlim e Singapura entraram para a lista das capitais mundiais da moda. O segundo lugar pertence a Nova Iorque, Paris ficou em terceiro e Milão em quarto.