A falecida cantora Amy Winehouse terá sido assaltada dias depois de ter sido anunciada a sua morte, na sua casa em Camden (Londres). Canções e letras inéditas que deveriam constar do seu terceiro álbum estão ainda desaparecidas.

Além de algumas gravações inéditas, letras de músicas num livro, também objectos pessoais da cantora foram dados como desaparecidos. Segundo avançou hoje o jornal The Sun, os assaltantes terão levado também algumas das guitarras de Amy.

Já se suspeita de um velho conhecido de Amy Winehouse. Mitch Winehouse,  pai da cantora, disse que caso não conseguisse “lidar sozinho” com o sucedido teria de pedir auxílio às autoridades policiais.

Um amigo não identificado da família disse ao jornal britânico: “Isto foi um choque muito grande para a família. Que alguém descesse tão baixo… Eles não o conseguem entender. O Mitch está estupefacto. A família e a companhia discográfica ainda estavam longe de decidir o que fazer com a musica de Amy que não foi lançada. O facto de isso lhes ter sido tirado das mãos é horrível”.