A minissérie O Segredo de Miguel Zuzarte, exibida pela RTP1 no final de 2011, é uma das produções nomeadas na 13ª edição do Festival de Ficção de La Rochelle. Este projecto, cuja história é baseada no romance de Mário Ventura, foi produzido pela  HOP.

A série integrou o conjunto de quatro minisséries que assinalaram o aniversário da Implantação da República e estará em competição no festival que decorre entre os dias 7 e 11 de Setembro, em La Rochelle. Esta é a segunda vez que uma produção portuguesa está a concurso no certame. Em 2009, a série Liberdade 21 tinha sido nomeada na categoria de série .

 O Segredo de Miguel Zuzarte passa-se numa aldeia perdida do Alentejo, onde o comboio é a única ligação com o mundo e com a política da capital e onde  a vida corre vagarosa. A notícia da Implantação da República é divulgada através do telégrafo, mas nesta vila alentejana o telegrafista é um monárquico convicto que esconde de todos a mensagem que recebeu. Durante dias o povo estranha a ausência do comboio e o telegrafista tudo faz para encobrir a notícia não divulgada. O comboio voltará à vila e o impacto do fim da monarquia não é o que se poderia imaginar.

Realizada por Henrique Oliveira, a série conta com Ivo Canelas, Luís Alberto, Ana Nave, José Neves, José Pedro Ferraz, Cristina Cavalinhos, Maria D’ Aires, Catarina Avelar, Rosa do Canto, entre outros actores.