A cidade natal de Kurt Cobain recusou-se a dar o nome do músico a uma ponte devido ao seu famoso histórico com drogas pesadas.

A ponte Young Street, que Kurt Cobain celebrizou no tema Something in The Way, do álbum Nevermnind, teve a oportunidade de receber o nome do músico e assim prestar-lhe tributo. No entanto, os autarcas da cidade de Aberdeen, Washington, vetaram a proposta de forma quase unânime: dez votos contra, apenas um a favor.

O passado do artista ligado às drogas pesadas, o facto de se ter suicidado e de ter feito comentários depreciativos à cidade foram as principais razões apontadas. Por estes motivos, nos dias que precederam esta decisão, vários locais tinham manifestado as suas dúvidas quanto a esta forma de homenagem a Kurt Cobain e aquando da confirmação do veto soaram palmas na Câmara da cidade.

Ainda assim, a homenagem a Kurt Cobain foi concretizada de outra forma: foi atribuído o nome de Cobain Landing a uma pequena ilha no rio Wishkah, onde fica a referida ponte.

Cobain não é o primeiro Nirvana a ter o seu nome eternizado na sua cidade natal. O ex-baterista, Dave Grohl, dá o nome a uma rua de Warren, onde nasceu.