A comissão parlamentar de Educação, Ciência e Cultura reuniu durante o dia de hoje (19 de Julho) com os representantes da candidatura do Fado a Património Imaterial da Humanidade, de forma a actualizar os deputados sobre o estado do processo de candidatura e analisar de que forma a comissão parlamentar poderá apoiar a mesma.

Na reunião estiveram presentes o porta-voz da candidatura, o fadista Carlos do Carmo, o musicólogo Rui Vieira Nery, a directora do Museu do Fado, Sandra Pereira e a vereadora da Cultura da Câmara de Lisboa, Catarina Vaz Pinto.

Rui Vieira Nery afirmou à Lusa que “Temos seis anos de trabalho já feitos, um projecto de edições em curso, estamos a fazer uma rede de protocolos entre a candidatura e uma série de instituições públicas portuguesas que têm a ver com a preservação do património do Fado”. O musicólogo informou os deputados que existe “um movimento profundo na sociedade portuguesa que se revê nesta candidatura”, acentuando deste modo a importância da mesma.

Por sua vez, Carlos do Carmo revela que “a candidatura está pronta, mas o trabalho não vai parar e o entusiasmo é muito grande”.

A Convenção da UNESCO do Património Imaterial decorre no Bali, Indonésia, entre 22 e 29 de Novembro, avaliando-se aí a candidatura portuguesa e decidindo-se a sua classificação.

A candidatura, cujo objectivo é o de divulgar e dar uma projecção internacional à cultura portuguesa através de um dos seus maiores símbolos, será avaliada por um grupo de representantes de 24 países.