O festival do Cool Jazz Fest arranca hoje com Sharon Jones & The Dap Kings no Parque Marechal Carmona. Seal, Jamie Cullum, Madeleine Peyroux, Céu, Aloe Blacc, Maria Rita e Cuca Roseta são alguns dos artistas presentes no evento. A fusão de sonoridades que o festival pretende trazer a Cascais está garantida com músicos de diversos estilos a actuarem em diferentes locais de Cascais, sempre em espaços verdes. Saiba aqui quais são os dias dos espectáculos e um pouco mais sobre os artistas. 

4 de Julho

No dia 4 de Julho, Sharon Jones & The Dap Kings actuam no Parque Marechal Carmona. A cantora que é a cara do movimento de revivalismo Soul e Funk dos anos sessenta e que só conheceu o sucesso já na sua meia-idade volta a Portugal depois de ter estado na edição de 2010 do festival Super Bock Super Rock. (21h00)

httpv://www.youtube.com/watch?v=8ouI5KcyHfE&feature=player_embedded

6 de Julho

A cantora Madeleine Peyroux vem a Portugal apresentar o seu novo álbum Standin’ on the Rooftop. O concerto será no Parque Marechal Carmona e trará o estilo próprio que possui, que a faz ser tanto intérprete de jazz convencional como uma autora mais próxima do género songwriter, alvo das suas influências que vão desde Billie Holliday (a quem é por vezes comparada) a Bob Dylan.

O artista responsável pela primeira parte do concerto será Pierre Aderne, cantor e compositor brasileiro, que trabalhou com Madeleine Peyroux no seu mais recente álbum Água Doce, trará a Portugal um pouco do seu jazz, depois de já cá ter estado em diversas ocasiões (incluindo a primeira parte do concerto de Ben Harper, no Pavilhão Atlântico). (21h00)

httpv://www.youtube.com/watch?v=DPei0VZnZUo&feature=player_embedded

7 de Julho

O cantor, produtor e DJ Mayer Hawthorne volta a Portugal depois de ter apresentado o seu único álbum, A Strange Arrangement, (com muito boas críticas) na edição passada do festival Super Bock Super Rock. O seu estilo é fortemente influenciado pela música soul, nomeadamente por artistas como Curtis Mayfield, Isaac Hayes ou Barry White. O seu concerto será no Parque Marechal Carmona. (22h00)

httpv://www.youtube.com/watch?v=mpfcydeSGeo&feature=player_embedded

8 de Julho

A cantora brasileira CéuMaria do Céu Whitaker Poças – junta reggae, funk e até rap com tango e forró. O seu álbum Vagarosa, foi considerado pela revista Rolling Stone brasileira o álbum do ano e caiu nas boas graças de muita gente, incluindo Herbie Hancock e Caetano Veloso. Em 2010 brilhou no festival de Coachella, um dos maiores festivais do mundo, vindo agora até ao Parque Marechal Carmona, para nos dar mais um concerto seu. (21h00)

httpv://www.youtube.com/watch?v=BBwfdz43W2I&feature=player_embedded

10 de Julho

Uma das vozes mais conhecidas do flamenco cigano, Diego El Cigala apresenta, a 10 de Julho, as novas canções do álbum Cigala e Tango, editado em 2010. Será o grupo português Ciganos de Ouro, o responsável por fazer a primeira parte. O concerto será no Parque Marechal Carmona para uma noite de ritmos especialmente latinos. (21h00)

httpv://www.youtube.com/watch?v=7WrXqN_qEy0&feature=player_embedded

17 de Julho

O músico Norte-Americano Charles Bradley, que sai da mesma editora que Sharon Jones, tem um percurso semelhante, em que apesar dos diversos trabalhos que teve que ter nunca deixa de sonhar com uma carreira na música e acaba já na meia-idade por conseguir alcançar o sucesso. Traz consigo a The Budos Band, que o acompanha no estilo soul que traz consigo desde os anos setenta para um concerto no Parque Marechal Carmona. (21h00)

httpv://www.youtube.com/watch?v=moiUyFQQE-0

20 de Julho

Maria Rita vem apresentar os seus três projectos passados assim como temas que fez na companhia de outros artistas ao Parque Marechal Carmona; adiou até aos vinte e quatro anos a sua carreira musical, devido ao peso de ser filha de Elis Regina, grande nome da música brasileira.

Trará consigo um trio composto por piano, bateria e baixo e promete apresentar um espectáculo intimista, ao nível da sua voz doce, vencedora do prémio Grammy Latinos em várias categorias e cujos álbuns foram platina no Brasil. (21h00)

httpv://www.youtube.com/watch?v=o32X_DAknMM&feature=player_embedded

21 de Julho

O cantor norte-americano Seal actua no Hipódromo Manuel Possolo. Com uma carreira recheada de êxitos, sempre no seu estilo soul/R&B, que lhe garantiram diversos prémios (incluindo vários prémios Grammy), traz agora a Cascais esse sucesso para um espectáculo ao vivo. (21h00)

httpv://www.youtube.com/watch?v=iczaDcixBj4&feature=related

22 de Julho

A fadista portuguesa Cuca Roseta vai apresentar no Parque Palmela em Cascais o seu primeiro álbum, produzido por Gustavo Santaolalla, vencedor de dois Óscares de Melhor banda sonora e vários Grammys. Após o aplauso da crítica à jovem, o festival Cool Jazz traz assim um concerto moderno, de uma nova voz do fado. (21h30)

httpv://www.youtube.com/watch?v=YOVNGP-KHFQ&feature=player_embedded

 

23 de Julho

Numa oferta exclusiva do Cool Jazz Fest, o Parque Palmela recebe a maestrina Maria Schneider a dirigir a Orquestra Jazz de Matosinhos, que terá uma série de convidados para o evento. (21h00)

28 de Julho

Depois do espectáculo esgotado na Aula Magna vai ser o Parque Marechal Carmona a receber nova visita de Aloe Blacc. Com o sucesso do álbum Good Things, editado em Setembro do ano passado, tem andado pelos ouvidos de todos e agora há nova oportunidade de o ver ao vivo, para quem perdeu o primeiro concerto ou queira repetir a experiência. (22h00)

httpv://www.youtube.com/watch?v=iR6oYX1D-0w&feature=player_embedded

29 de Julho

O músico inglês Jamie Cullum, pianista e vocalista de um estilo jazz que não se importa de roçar o pop, volta a Portugal para um concerto no Hipódromo Manuel Possolo. Tendo um enorme sucesso comercial no Reino Unido e ser um dos vultos mais importantes no jazz recentemente, Jamie Cullum, também é conhecido pelo seu carisma, pelas versões jazz que faz de temas conhecidos e pela sua capacidade de percussão que anima os públicos por onde passa.

httpv://www.youtube.com/watch?v=S0z1Mo7O6dE

Para fazer a primeira parte de Jamie Cullum está a portuguesa Luísa Sobral, que rapidamente se tornou conhecida no nosso país após a recente edição do seu disco de estreia The Cherry on my cake. Fazendo tal como o artista inglês uma mistura entre jazz e pop, parece ter sido uma óptima adição da parte do festival a uma noite em que se espera muito boa música. (21h00)

httpv://www.youtube.com/watch?v=px7zyOHObMg&feature=related

Os bilhetes estão à venda nos locais habituais e custam entre 25 e 60 euros.