Música sinfónica, música coral, dança, ar livre, noites quentes de Julho, entrada gratuita. São estes o principais ingredientes do Festival ao Largo do Teatro São Carlos.

Durante o mês de Julho, o palco do São Carlos desloca-se para o largo exterior, mesmo em frente ao teatro. Com uma plateia  de cerca 900 lugares, a organização pretende esgotar todos os espectáculos, que são dezanove no total.

Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Companhia Nacional de Bailado, Bernardo Sassetti, Mário Laginha, Martin André, Julia Jones, Jorge Vaz de Carvalho, Giovanni Andreoli são alguns dos nomes que preenchem o programa da 3ª edição do Festival ao Largo.

O objectivo desta iniciativa é a “democratização do acesso à cultura erudita pelo público local, nacional e internacional e a promoção de Lisboa como destino cultural”, permitindo ao público mais carenciado a possibilidade de fruir de cultura de qualidade.