E se pudéssemos prescindir dos programas e guardar  todos os nossos ficheiros via Internet? Com os Chromebooks isso é possível. A Samsung e Acer são os primeiros fabricantes do computador portátil com sistema operativo da Google (Chrome OS), que hoje é lançado em vários países. Portugal ainda terá de esperar mais um tempo.

O Chromebook mais barato custa 379 dólares (262 euros) e o mais caro custa 499 dólares (345 euros). Tanto o modelo da Acer como o da Samsung apresentam um ecrã de aproximadamente 12 polegadas, sistema operativo Chrome OS, processador Atom Dual-Core da Intel, baterias de longa duração (6 horas no caso do Acer e 8 horas no caso do Samsung) e ambos usam o sistema cloud computing, isto é, armazenamento de ficheiros na “nuvem” e não no disco rígido. Tudo é guardado na Internet, sendo por isso os 16 GB de disco rígido mais do que suficientes para estes portáteis.

O modelo da Samsung é o mais caro, não só  pela melhor autonomia mas também por ter ligação 3G, o Acer Cromia Chromebook tem ligação wireless. Qualquer um dos portáteis pesa menos de 1,5 quilos.

Trabalha-se muito com base das contas Gmail, articula-se o correio electrónico com as ligações das redes sociais  e páginas que usamos habitualmente (Facebook, Youtube) aos ficheiros que armazenamos em disco rígido.Os ficheiros que frequentemente armazenamos no nosso disco rígido, podem ser agora guardados online, ou seja, no Picasa, no caso das imagens ou no Google Docs, no caso dos documentos.

O Chrome OS não é nada mais que um browser. Só faz sentido com a ligação à Internet. Porém prevê-se um modo offline, para quando falha a Internet poder-se ter acesso ao Gmail, Calendário e Docs, da Google. Outra das qualidades destes portáteis é o facto dos ficheiros estarem sempre assegurados e nunca se perderem, em caso de roubo ou do computador se estragar, já que ficam armazenados em servidores alheios na Web.

httpv://www.youtube.com/watch?v=TVqe8ieqz10&feature=player_embedded

Não permite nem pretende substituir outros sistemas operativos como o Windows ou Mac. Não é possível o tratamento de imagens (uso programas como o Photoshop) ou de video a um nível profissional. É mais uma ferramenta de trabalho para competir com os tablets (iPad, por exemplo), que permitem também ter acesso à Internet fora de casa. Os Chromebooks são uma boa alternativa como segundo computador ou até como primeiro, para quem não necessita de trabalhar com programas específicos ou software avançado.

EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Holanda, Espanha e Itália são alguns dos países onde os computadores são hoje lançados e postos à venda. Podem-se ainda adquirir nos sites da Amazon ou BestBuy. Portugal terá ainda de aguardar pela chegada desta inovação tecnológica com o carimbo da Google.