É hoje que chega às salas de cinema a sequela da DreamWorks protagonizada pelo panda mais famoso da sétima arte, O Panda do Kung Fu 2.

Se a violência normalmente é um tema que desagrada os pais dos mais pequenos e que os desmotiva de levarem os filhos ao cinema, neste filme ela deve ser encarada de uma forma diferente. As artes do Kung Fu são utilizadas como uma arma do bem e misturadas em situações um tanto ou quanto caricatas que levam os mais pequenos a perceber que o seu panda favorito, Po, é um herói que só quer o bem e a paz, lutando com os seus amigos contra os vilões que querem apoderar-se da cidade e destruir os mestres do Kung Fu. É um percurso em busca da paz interior aquele que Po faz ao longo de todo o filme, passando pelas mais diversas adversidades para encontrá-la.

Fugindo a algumas histórias infantis que têm pouco dinamismo, O Panda do Kung Fu 2 apresenta um ritmo intenso, sem qualquer momento morto. Uma história rica em pormenores, que facilmente poderia ser adaptada para um filme com personagens de carne e osso, leva o espectador (do mais jovem ao mais velho) a ficar preso ao ecrã, recorrendo ao humor simples e natural como uma das estratégias principais.

O 3D aliado ao rigor dos desenhos é ainda outros dos pontos fortes que este filme de animação traz. Se em muitos dos filmes de animação que recorrem à técnica do 3D ela muita vez só contribui para lhe retirar a qualidade e luminosidade da imagem (não acrescentando nada de novo ao que seria o filme dito tradicional), neste filme o 3D não se deixa cair nestes erros e atribui uma profundidade na imagem que valoriza certamente o filme.

O filme faz-se também acompanhar de uma boa banda sonora que acentua os momentos de maior acção e emoção, evocando ainda os cenários chineses onde o filme tem lugar.

Se é verdade que os filmes de animação da nova geração já não conseguem atingir aquela magia de outrora, são exemplos como O Panda do Kung Fu 2 que nos fazem acreditar que ainda podemos retirar muitas coisas dos filmes infantis (mas que não só para crianças). Sentimentos, acções e valores, que ainda hoje servem como ponto de orientação para a acção humana, são transmitidos na tela directamente para quem a este filme assiste.

Se as crianças certamente vão gostar do filme, a verdade é que os adultos não vão reagir de forma muito diferente. Um óptimo e divertido programa para um tempo diferente em família.

8/10

Ficha Técnica

Título original: The Kung Fu Panda 2

Realizado por:  Jennifer Yuh

Escrito por: Jonathan Aibel, Glenn Berger, Robert Koo

Vozes (versão original): Jack Black, Angelina Jolie, Dustin Hoffman, Gary Oldman, Jackie Chan, Lucy Liu, Seth Rogen, entre outros.

Vozes (versão portuguesa): Miguel Guilherme, Diana Chaves, Marco Horácio, José Raposo, Fernanda Serrano, Marco Delgado e Ana Bustorff

Género: Animação

Duração: 90 minutos