As palavras de Lars Von Trier, numa declaração em que se assumiu como nazi, continuam a trazer incómodos ecos para o realizador. A distribuidora DC, da Argentina, cancelou a distribuição do seu novo filme, Melancholia, no sul da América. A empresa considera inaceitáveis as afirmações do dinamarquês, adjectivando-as como “uma ofensa ao povo judeu e aos seres humanos em geral“. O contrato, que cedia à empresa os direitos de distribuição do filme em países como Argentina, Chile ou Uruguai, vai agora ser rescindido unilateralmente pela Distribution Company, que agora se recusa a apoiar o lançamento do filme.