O Ministério da Cultura e do Turismo do Azerbaijão iniciou esta segunda-feira os trabalhos de preparação para o Festival Eurovisão 2012. O secretário de Estado do Turismo, Aydin Ismiyev, anunciou que o governo anunciará várias medidas relevantes para garantir a organização do certame no próximo ano.

Depois do anúncio da decisão do governo, começaremos a trabalhar activamente nos preparativos para o concurso. Eu acho que seremos capazes de completar todo o trabalho necessário ao longo deste ano e apresentar um evento em consonância com os mais altos padrões europeus“, assumiu Ismiyev. O país está obrigado a desenvolver bastante o seu sector turístico para poder acolher o Festival, sendo que o secretário de Estado aponta “os países europeus” como “uma prioridade no turismo do Azerbaijão” e admite que a “Eurovisão 2012 vai contribuir para um significativo crescimento no sector, com os espectadores do evento a traduzirem-se num grande aumento de visitantes ao país“.

Neste ano, que promete ser uma prova de fogo para o governo Azeri, é esperada a chega de novos “50 a 100 mil turistas“, embora o espaço hoteleiro nacional só consiga albergar, neste momento, três a quatro mil pessoas de uma vez, o que obrigará a desenvolvimentos radicais nas infraestruturas turísticas, optimização no sistema de transportes públicos e nova organização dos sistemas de informação em inglês.

Outro dos grandes problemas no turismo azeri é a falta de qualidade nos serviços, o que abre horizontes para novos cursos de formação na área e o encaminhamento dos mais baixos quadros para escolas profissionais.