seduçao0a20

De 0 a 20 [Sedução]

 Sedução é a novela da noite da TVI que actualmente regista os piores resultados em termos de audiências. Estreada em horário nobre, às 21h30, a novela de Rui Vilhena rapidamente passou para o horário das 23h30. Na verdade, a estação não deu uma segunda oportunidade à novela. Pior, não deu sequer uma primeira hipótese à história protagonizada por Fernanda Serrano.

O PROGRAMA DA SEMANA

A novela é diferente do habitual, mas isso também Ninguém como Tu o era e se na altura de estreia também não atingiu resultados extraordinários rapidamente se tornou um dos maiores sucessos de sempre da televisão nacional. Mas não podemos comparar Sedução à primeira novela de Vilhena na TVI. Seria injusto, até porque Ninguém como Tu conseguia inovar e ao mesmo tempo cativar os telespectadores. Sedução não tinha primeiros episódios tão fáceis.

A primeira fase desta produção poderia ser rejeitada à partida por parte do público habituado a outro tipo de telenovelas. Mas a verdade é que a trama evoluiu de uma forma que a tornou mais leve, mais interessante e mais ao estilo de novela, sem deixarem de ser notórias as tiradas que tão bem caracterizam o autor. Talvez a primeira fase da novela, que girou à volta do terrorista e do programa de José Carlos Faria tenha sido a menos apelativa, o que poderá ter afastado espectadores.

Mas se a história tem pontos fracos, um deles é sem dúvida a velocidade com que muitas cenas evoluem. Chegámos a ter um mês de exibição em que a história na episódios na trama evoluiu apenas uma semana, como na altura em que José Carlos ameaçou suicidar-se em directo. Ou até mesmo a noite de aniversário de Alice que percorreu 4 episódios inteiros.

Ou mais recentemente vimos Mário e Rita a iniciar o jantar num episódo e a conclui-lo três capítulos depois. Um dos principais motivos para este avançar tão lento seja o facto de haver tantos núcleos com tantas histórias secundárias, que acabam por se arrastar, não havendo uma que ganhe principal destaque.

 Em termos de interpretações nada a apontar, antes pelo contrário. João Perry, Fernanda Serrano, Dalia Carmos, Maria João Bastos e, claro, Maria João Luís, são os que mais se destacam num dos melhores elencos de sempre de uma telenovela. Uma grande mais valia para a história, o facto de ter actores tão bons faz com que a história ganhe muito com isso.

Resta esperar para ver qual o destino das personagens, numa altura em que a novela já vai avançada na história e a recta final aproxima-se a passos largos. Resta esperar também que Sedução consiga seduzir mais espectadores nesta sua última fase. Sedução merecia mais, muito mais. Merecia uma maior aposta por parte da TVI, merecia crescer junto dos telespectadores. Rui Vilhena e o elenco da novela mereciam-no.

Toda a gente devia poder assistir às grandes interpretações nas cenas como a famosa discussão entre Alice e Belmiro e a jarra, ou as loucuras de Sofia em casa de Júlia, sem esquecer os esquemas de Tiago ou os dramas de Flor e Samuel ou de Carmo, Ester ou Rui. Mas como nem tudo é perfeito, Sedução irá continuar no horário actual e irá tentar deixar a sua marca na história da ficção nacional. 17/20

A SEMANA QUE PASSOU

Passione  -SIC (7/20)

Passione  é a novela mais estranhamente tratada pela SIC. Apesar de se ter revelado um enorme flop ao longo da sua exibição, e de só ter subido acima dos 25% nos últimos episódios, que são exibidos pelas 00:30, a trama brasileira é a novela da Globo com uma maior duração em Portugal, tendo estreado a 31 de Maio, esteve quase 1 ano em antena. E depois novelas de maior sucesso são despachadas mais rapidamente. Não se percebem os critérios da estação…

Cinco para a Meia-Noite (Especial) – RTP2 (15/20)

O regresso do Cinco Para a Meia-Noite é de louvar, ainda por cima tendo em conta os convidados desta semana. Sentar naquele sofá cinco dos políticos mais mediáticos do nosso país é um feito notável do programa. Mas voltar apenas durante uma semana, depois de uma interrupção de duas, ainda por cima duas semanas que apanhavam as férias da Páscoa, não faz grande sentido.

Peso Pesado – SIC (18/20)

Excelente programa, com óptimos resultados na estreia. O primeiro episódio de Peso Pesado foi o programa mais visto de Domingo, com  1,8 milhões de espectadores e um share de 44.8%, um feito notável para a estreia de um novo concurso em televisão portuguesa, ainda por cima na SIC, onde os resultados têm deixado muito a desejar. Mas o programa teve mérito próprio, pois a adaptação portuguesa de The Biggest Loser está muito bem conseguida. Esperamos, agora, que os resultados não desçam muito. O primeiro diário desceu um pouco, mas mesmo assim liderou no horário. Veremos como vai ser daqui para a frente.