O Festival Internacional de Cinema de Jeonju, na Coreia do Sul, vai exibir 11 filmes portugueses. O evento começou na passada quinta-feira e prolonga-se até dia 6 de Maio. Os realizadores João Botelho e Rui Simões marcarão presença.

Para comemorar os 50 anos de relações diplomáticas entre Portugal e a Coreia do Sul, o festival preparou um programa especial sobre cinema português. Alguns dos filmes em destaque na secção Cinemascape/World Cinema são O Filme do Desassossego, de João Botelho, Mistérios de Lisboa, de Raoul Ruiz, e O Estranho Caso de Angélica, de Manoel de Oliveira, descritos como “obras-primas que mostram o poder estético do cinema português contemporâneo”. Painéis de São Vicente de Fora, de Manoel de Oliveira, e A History of Mutual Respect, de Gabriel Abrantes, têm também lugar em Jeonju.

Nas secções especiais, haverá um programa dedicado à filmografia de António Reis e Margarida Cardoso e outro com o tema O cinema português antes e depois da Revolução, onde serão exibidos oito filmes dos realizadores António da Cunha Telles, Paulo Rocha, Manoel de Oliveira, Fernando Lopes, António Campos, João César Monteiro, João Tabarra, Rui Simões e João Botelho.

Esta é uma boa oportunidade para aproximar o cinema português do público Sul Coreano.

Inês Moreira Santos