La Blogothèque, projecto do cineasta Vincent Moon, consegue captar momentos de puro improviso, originalidade e intimismo de bandas de renome como The Kooks, Arcade Fire, Vampire Weekend ou Beirut.Vincent Moon começou por convidar as bandas com concertos agendados em Paris para gravarem alguns dos seus temas num registo acústico, mais informal e íntimo. O arquivo deste projecto conta, hoje em dia, com concertos de rua, verdadeiros espectáculos em cafés, parques e espaços tão insólitos como um elevador.

A ideia consiste em aproveitar ao máximo a naturalidade – a música no seu estado mais puro, sem qualquer tipo de efeitos -, o inesperado e os pequenos detalhes.

(Neste vídeo, a partir do minuto três, é possível ouvir Arcade Fire dentro de um elevador, onde a percursão é assegurada por, imagine-se, uma revista.)

httpv://www.youtube.com/watch?v=y-5XK-2Ufd4

Em Portugal têm surgido projectos semelhantes, embora com menor expressão. A Música Portuguesa a gostar dela própria, para além de um movimento de apoio à produção musical nacional, é um projecto com a assinatura do realizador Tiago Pereira. No canal de vídeos a variedade de estilos é admirável: desde a música tradicional portuguesa gravada em aldeias transmontanas até músicos completamente desconhecidos no panorama nacional que têm uma óptima oportunidade para emergir, chegando a nomes como João Só, Samuel Úria, Nuno Prata, Pinto Ferreira ou Noiserv .