O jornalista Vítor Gonçalves, correspondente da RTP nos Estados Unidos, foi convidado por Nuno Santos para o cargo de director-adjunto de informação da estação pública. A nomeação foi já enviada à Entidade Reguladora da Comunicação Social e é anunciada um dia depois de esta ter aprovado a escolha de Nuno Santos para o lugar de director.

A nova direcção de informação da RTP inicia as suas funções a 1 de Abril, depois da saída de José Alberto Carvalho, Judite de Sousa e Maria José Nunes para a TVI. Vítor Gonçalves assumirá a função de director-adjunto para a área editorial, estando ainda por escolher um director-adjunto operacional para as áreas técnicas e de produção, que deverá ser escolhido ao longo da próxima semana e integrará também a equipa de Nuno Santos. Para além destes, serão definidos novos subdirectores de informação, cuja aprovação não terá de passar pela ERC.

Vítor Gonçalves foi editor de política durante quase sete anos e é actualmente correspondente nos EUA, função que ocupa desde 20o7. O jornalista regressará agora a Lisboa para desempenhar o novo cargo, que foi aceite tanto pelo conselho de redacção como pela actual direcção, principais coordenadores e editores da RTP.

Ao nível organizacional da informação da RTP, estão também a ser tomadas medidas por parte do conselho de administração, que tenciona aproveitar a chegada de Nuno Santos à direcção para reformular a ligação da redacção principal ao canal de notícias da estação pública, a RTPN. Esta ideia sugere a integração efectiva do canal na direcção de informação da RTP, em Lisboa, o que implicará uma transformação no perfil da RTPN e na sua oferta.